segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Aproveitando post anterior...

Aproveitando o post anterior...quero deixar aqui um texto q o Pr. da Lais no Brasil escreveu...eu achei alguns pontos muito interessantes! Eu espero ter um coracao puro...para fazer uma boa escolha! E vc?


O QUE FARÁ O JOVEM CRISTÃO ESCOLHER BEM!

Desde que lhes enviei o último e-mail sobre “O que fará o jovem cristão namorar?”, tenho tecido uma agradável conversa com jovens de vários lugares.
Temos carência por franqueza. Muitas vezes, o hábito de deixar a franqueza de lado redunda numa vida enrustida e até pecaminosa. Como estamos tratando de um assunto específico, porém de forma geral, não posso deixar de te lembrar: Se você é um cristão, então tem um propósito em ser o que é. A finalidade da nossa vida é agradar a Deus, isto se chama santidade - não é a habilidade de esconder pecados. É acima de tudo, responsabilidade pela vida presente.
Quando Paulo escrevia para Tito, dando instruções de como constituir obreiros em Creta esclareceu muito sobre a mente das pessoas que estão no meio cristão: “Para os puros, todas as coisas são puras; mas para os impuros e descrentes, nada é puro. De fato, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas. Eles afirmam que conhecem a Deus, mas por seus atos o negam; são detestáveis, desobedientes e desqualificados para qualquer boa obra” (Tt 1:15-16).

Estar no “meio”, não quer dizer que “é parte de”. Um jovem cristão jamais pode sair dos ambientes cristãos à caça de alguém para amá-lo. Quem nunca ouviu, ou não dá ouvidos à mensagem do evangelho não conhece o que é o genuíno amor, desconhece o que é “decisão pelo amor”. Tal pessoa somente confia na “química do momento”.
Mas também, o jovem cristão não pode dizer “sim” simplesmente porque a pessoa que conheceu, freqüenta a igreja e nossos acampamentos. Novamente digo: “Estar no meio não quer dizer que alguém é parte deste meio”.
O que fazer então? Que lugar é seguro para nossas escolhas? Existe algo de sobrenatural que nos indica sobre a intenção, e a mentalidade das pessoas?
“Para os puros todas as coisas são puras” - Empenhe-se em alcança-la! A pureza é a bússola que devemos carregar enquanto atravessamos esta selva. Ela tanto nos dá segurança pessoal, como defesa de intenções levianas por parte de outros.
A partir do momento que os jovens cristãos tomaram um princípio, e fizeram dele regra, começaram a viver como kamikazes: Vestiam uma farda cristã e pulavam de cabeça para se matar e afundar o barco de outros.
Muitos diziam: “Nós nunca sairemos da igreja pra amar alguém!”. Realmente ninguém saía, mas bastava alguém de fora adentrar a igreja, e garotos e garotas se entregavam. Por que? Simplesmente porque seguiam uma regra, e não ao princípio bíblico. Onde está a bússola em momentos como este?
A palavra “puro” no Novo Testamento é “santo”, em muitos textos traz a menção “maturidade”. Ser santo está ligado a finalidade, ao propósito de vida em agradar a Deus, e não a uma tabela de “Não podemos!”. Cada vez que tomam um princípio bíblico e fazem dele regra, estão criando uma religião. Crendices pessoais. Um folclore religioso, cheio de contos e medos.
O que faz alguém escolher bem? Uma mente pura, com propósito de agradar a Deus, com finalidade no eterno, e não na “curtição”. Somente estes ouvem, entendem, e sentem paz quando lêem: “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito” (Rm 8:28).

Decida por um coração puro, e não pelo desespero da idade!

com carinho do seu amigo,

Pr. David Jr.

Um comentário:

karla disse...

Esse texto é muito bom mesmo, ka!
Fica na paz do SENHOR!
Bj,
Karla